O câmbio e sua empresa

Você está visualizando atualmente O câmbio e sua empresa

O movimento do dólar no País pode traçar um retrato da economia por outro ângulo: vamos aos números. O primeiro semestre fechou com mais saída de dólares que entrada, e foi grande o déficit cambial, US$ 8,2 bilhões. Até meados de junho, que abre o segundo semestre, a tendência continua, deficitário em US$ 188 milhões.

Neste indicador, participa tudo, considerando entrada e saída: comércio exterior; investimentos diretos de empresas multinacionais; remessas e recebimento de lucro e pagamento de juros no exterior; turismo que visitam o País e os nossos, que vão passear em outros países; dinheiro investido no Brasil e por brasileiros, fora; entre outros. Em comércio internacional, o saldo brasileiro até meados de julho era negativo em US$ 1 bilhão, com importações de US$ 6,5 bilhões e exportações de US$ 5,5 bilhões.

O fluxo negativo do primeiro semestre fez a taxa de cupom cambial oscilar muito em alguns momentos do ano – também influenciada pelas notícias positivas e negativas do País, que têm certa influência conjuntural nos investidores e especuladores do mercado financeiro. Entender e acompanhar o câmbio são tarefas importantes para compreender o presente da economia e também tomar decisões estratégicas quanto a negócios futuros. Não é uma variável que perdoa amadorismo.

Deixe um comentário