Setor Universitário está entre os três bairros com maior procura por imóveis para locação

Você está visualizando atualmente Setor Universitário está entre os três bairros com maior procura por imóveis para locação
Vista do Setor Universitário com a aplicação da perspectiva do Residencial Cult Oxford (Reprodução)

Todos os anos Goiânia recebe um contingente grande de estudantes do interior do Estado, seja para se prepararem para entrar na universidade ou para cursar a formação superior. Para se ter uma ideia, dos 52 mil inscritos no último processo seletivo da Universidade Federal de Goiás, mais da metade (28,7 mil) eram de candidatos vindos de outras unidades da federação. Na PUC Goiás, maior universidade privada do Estado, entre os aprovados em seu último vestibular, 35% era de alunos vindos de cidades do interior.

Motivo que faz o Setor Universitário estar entre os três mais procurados para locação de imóveis.  “Este é o maior público, de longe, que busca o setor. Contudo, “Há também uma demanda de quem trabalha na região e gosta do bairro”, diz a gerente de locação da J. Virgílio Imóveis, Onásia Florentina da Silva.

Ela trabalha há 16 anos com locação imobiliária e não tem, no momento, nenhum imóvel em sua carteira para o bairro. “Todos estão locados”, diz, ao explicar que, em meses de pico, nem dá tempo de anunciar porque a procura in loco é constante. Basta esvaziar um apartamento que os porteiros informam e o interessado já procura a gente”, conta.

“Sempre que estou na porta de casa, me perguntam se o condomínio onde moro tem kitnet para alugar”, conta Marcos Lima, de 35 anos. Ele observa que o Setor Universitário oferece uma ampla variedade de opções de transporte público, o que facilita o deslocamento dos estudantes para outras partes da cidade. O bairro também possui uma grande quantidade de comércios, como supermercados, farmácias e restaurantes, o que torna sua rotina de morador mais prática e confortável.

Marcus Ferreira, sócio da Atrês Imóveis, empresa com forte atuação no segmento de locação, explica que o perfil majoritário dos imóveis do bairro é de um ou dois quartos, com ticket médio voltado para as classes B e C. “No passado, a maioria dos locatários eram estudantes, mas hoje cresceu também outros perfis de interessados”, diz. A mudança, considera ele, aconteceu depois da pandemia, com a consolidação das escolas híbridas. Ainda assim, ele considera ser o bairro número um no ranking de procura por locação de imóveis compactos em Goiânia e, normalmente, leva-se apenas um dia para arrumar um locatário para lá. 

Para Gyselle Campos, diretora comercial URBS Aluga, uma das maiores empresas do setor imobiliário no Estado, a demanda por locação no Setor Universitário pode aumentar se crescer a oferta de apartamentos mais modernos no bairro. 

Lançamento

Justamente para atender esta demanda que a SIM Engenharia, juntamente com a Trinus.Co, preparam o lançamento do Residencial Cult Oxford, no sábado, 20 de maio.  O empreendimento foi idealizado com três opções de plantas: um quarto com suíte, dois quartos com uma suíte, e duas suítes plenas com lavabo, ideais para investidores e clientes finais. 

“Já havíamos lançado outros projetos no bairro e, diante de sua ocupação rápida, decidimos lançar este novo residencial. A procura por imóveis no bairro é grande, mas infelizmente ela não será suprida por agora, pois as normas urbanísticas não permitem mais edificações na região”, explica Paulo Silas, diretor da Sim Engenharia.

O conceito de engenharia e arquitetura irá surpreender positivamente o público: trará área de lazer diversificada, tecnologia e serviços, como um minimercado. No sábado, 20 de maio, o público poderá conhecer o projeto e os apartamentos decorados a partir de 8h30min no estande de vendas situado na Rua 233, quadra 52, no Setor Leste Universitário.