Produção goiana de milho em 2019 é a maior de sua história

Você está visualizando atualmente Produção goiana de milho em 2019 é a maior de sua história
Produção goiana participa com 8,1% do valor agrícola nacional e é maior produtor de tomate e sorgo do País (Imagem: Pixabay)

A produção de milho no estado de Goiás registrou 11,98 milhões de toneladas no ano de 2019, segundo a Produção Agrícola Municipal, divulgada hoje (1) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número é o maior da série histórica da pesquisa até 2019. O valor é 33,1% maior que o registrado em 2018 (9,0 milhões de toneladas).

O aumento da produção se deve às boas condições climáticas, principalmente na segunda safra, e acompanha o aumento de área. Foram registrados 1,67 milhão de hectares colhidos da cultura em 2019, contra 1,50 milhão em 2018.

Com a produção crescente de milho, Goiás se mantém como o terceiro maior produtor do país, atrás de Mato Grosso (31,50 toneladas) e do Paraná (16,51 toneladas). Entre os municípios produtores, Rio Verde e Jataí se destacam na produção nacional, aparecendo como o segundo e o quarto maiores produtores do país, respectivamente. Em 2018, Rio Verde era o quarto colocado e Jataí ocupava a quinta posição.

Áreas plantada e colhida, quantidade produzida e rendimento médio (em grão), em Goiás, segundo os principais municípios goianos produtores – 2019

Produção goiana participa com 8,1% do valor agrícola nacional

O valor total da produção agrícola em Goiás no ano de 2019, foi estimado em 29,41 bilhões de reais, corresponde a 8,1% do valor da produção nacional (361,0 bilhões de reais), entre todos os produtos investigados pelo IBGE, incluindo lavoura temporária e permanente.

Os municípios goianos com maiores valores de produção estão Rio Verde (2,5 bilhões de reais) na quinta posição do ranking nacional, Cristalina (2,4 bilhões de reais) em sexto e Jataí (2,4 bilhões de reais) em sétimo.

Sorgo

Ainda de acordo com o IBGE, o estado de Goiás se mantém como o
principal produtor de sorgo do país
. A produção total registrada no estado é de 1,11 milhão de toneladas, valor 22,1% maior que o registrado no ano anterior.

Foram adicionados 27,3 mil hectares da cultura em território goiano na comparação com 2018. O município de Paraúna (157,5 mil toneladas) ultrapassou Rio Verde (144 mil toneladas) e agora é o principal produtor do Estado e do país.

Soja

A produção de soja goiana registrou diminuição de 3,4% de 2018 para 2019. Ainda assim, o Estado continua como o 4º colocado nacionalmente, atrás de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Paraná. Rio Verde (1,08 milhão de toneladas) e Jataí (1,06 milhão de toneladas) estão entre os 15 maiores produtores do país.

Girassol

Contando com 5 municípios (Piracanjuba, Vianópolis, Caldas Novas, Ipameri e Luziânia) entre os 10 maiores produtores nacionais de girassol, Goiás apresentou em 2019 a maior produção da cultura em sua história, segundo a Produção Agrícola Municipal. Foram registradas 44,48 mil toneladas do produto em 2019. O valor representa um incremento de 63,3% na quantidade produzida de girassol em relação a 2018 (27,24 mil toneladas).

Tomate

Apesar da diminuição de 15,3% em quantidade produzida em relação ao ano anterior, Goiás continua ocupando a posição estável de maior produtor de tomate do país.

Áreas plantada e colhida, quantidade produzida, rendimento médio e valor da produção de Tomate, no Brasil segundo os principais municípios produtores – 2019

Foi contabilizado 1,13 milhão de toneladas de tomate produzidos no estado em 2019. Cristalina é o maior produtor do território nacional, seguida por Morrinhos. Goiás possui quatro entre os dez maiores produtores de tomate do país.

Cristalina é destaque nacional na agricultura

Além das produções de soja, milho e tomate, o município de Cristalina ocupa posição de evidência como o maior produtor de cebola (152,3 mil toneladas) e segundo maior produtor de alho (26,0 mil toneladas) do Brasil. Além disso, o município é o quinto colocado na produção de feijão (47,16 mil toneladas).