Mulheres usam mais a tecnologia para cuidar da saúde em Goiás, aponta levantamento

Você está visualizando atualmente Mulheres usam mais a tecnologia para cuidar da saúde em Goiás, aponta levantamento
Divulgação

As mulheres lideram o uso de tecnologia para os cuidados com a saúde em Goiás. O público feminino representa atualmente 61% dos utilizadores da telemedicina, segundo um levantamento da startup em teleconsultas ZapyMed.

Os dados digitais estão alinhados à realidade brasileira, segundo os últimos indicadores do Programa Nacional de Saúde (PNS) sobre gênero publicado em 2019, quando 76,2% da população foi ao médico, o que correspondeu a cerca de 160 milhões de pessoas. O percentual de mulheres que buscaram auxílio médico alcançou a marca de 82,3% e superou o de homens que chegou a 69,4%.

A social media Júlia Messias diz que a telemedicina tornou-se uma solução imprescindível para as suas consultas médicas e de Psicologia. “Sem sair de casa, consigo fazer atendimentos com uma variedade de especialidades médicas apenas usando o celular. Semanalmente, também faço sessões de terapias de forma remota com a minha psicóloga. Uma facilidade que tem transformado os meus cuidados com a saúde, que acabaram se tornando mais regulares”.

Nesta semana de celebração do Dia Internacional da Mulher, o cofundador da startup em telemedicina Zapymed, Mayco Dias, apresenta o clube de benefícios, que oferece às usuárias e usuários do plano de teleconsultas descontos em medicamentos, exames e consultas presenciais nas redes parceiras e também em uma seleção de lojas de grandes marcas e serviços, como estética, beleza, cinema e teatro. Entre os novos serviços estão também seguro de vida e assistência funerária.

De acordo com ele, a dedicação das mulheres em relação ao cuidado com a saúde acaba se tornando uma inspiração para todos e a equipe da ZapyMed tem ampliado a oferta de serviços justamente com o intuito de prestigiar todos os nossos clientes e estimular cada vez mais a urgência de que cada pessoa crie a sua rotina de zelo com sua própria saúde. “A prevenção garante bem-estar e pode salvar vidas. Hoje, há recursos diversos para cuidar da saúde e não há tantas desculpas mais para não ir ao médico. Para quem não tem tempo de fazer deslocamentos ou ficar em filas de espera, a telemedicina tem soluções que facilitam as consultas”, comenta.

Dias explica que a pessoa pode fazer a consulta online da casa dele ou de qualquer outro local porque a nossa solução é 24 horas. “Em Goiás, as teleconsultas alcançam todos os municípios goianos e já beneficiaram mais de 60 mil pessoas. Nas regiões onde não há médicos, a telemedicina torna-se uma opção essencial”.

A rede da ZapyMed possui mais de 50 mil médicos cadastrados e 20 mil parceiros em todo o país. Para o sócio da ZapyMed, Samuel Costa, a sociedade tem se tornado mais aberta para esse tipo de atendimento porque as pessoas estão percebendo as vantagens oferecidas pela medicina online. “As propostas destes planos são integradas, as pessoas terão consultas presenciais, encaminhamentos para exames e atestados médicos sempre que for preciso. Tudo isso online. A qualidade dos atendimentos é a mesma, as ferramentas e preços tornaram-se mais acessíveis”.

Segundo Costa, ao custo médio de R$1 por dia, a pessoa pode realizar consultas médicas a qualquer horário por dia sem necessariamente ter que perder o turno de trabalho em filas. “A tecnologia trouxe agilidade e as mulheres antenadas com as novidades têm buscado as teleconsultas porque podem ter atendimentos básicos com um tempo de espera menor.”