Mentoria: quando transferir conhecimento e experiência é seu trabalho

Você está visualizando atualmente Mentoria: quando transferir conhecimento e experiência é seu trabalho

O seu conhecimento e sua experiência valem muito para você, e mais ainda para outras pessoas. No universo corporativo isso é levado tão a sério que deu origem, nos últimos anos, a uma nova profissão: a de mentor profissional ou mentoria. Também usada como ferramenta de desenvolvimento profissional dentro das organizações, a mentoria é frequentemente confundida com o trabalho de coaching, que embora guardem semelhanças entre um e outro, têm distinções importantes que fazem grande diferença em alguns resultados e metas estabelecidas. Enquanto o coaching tem como objetivo levar uma pessoa ao autoconhecimento para que ela alcance um objetivo e aumente sua performance, o mentor tem como foco ajudar o mentorado a conquistar mais rapidamente suas metas trazendo conhecimentos e vivências que até então não se tinham, por meio da transferência de conhecimento.

De acordo com a especialista em Gestão e Atendimento, mentora profissional e diretora da SPIA Consultoria, Fernanda Fleury, a mentoria é o processo de transferência de conhecimentos, a partir da ajuda de um mentor que acumula uma larga experiência e vivência em determinada área. “Basicamente, a mentoria é quando você contrata uma pessoa, especialista em um assunto, que traz sua bagagem profissional para te ajudar nas decisões da empresa, no planejamento estratégico e nas ações”, esclarece Fernanda Fleury.

Na mentoria, diz a especialista em gestão, há o compartilhamento de ensinamentos e experiências, aconselhamento e ajuda para o encontro de soluções eficazes de modo a levar uma organização a patamares de mais alta performance.”Um mentor ou tutor, com profunda bagagem de experiência, ajuda a atingir mais rapidamente determinadas metas dentro da corporação e orienta sobre como agir ante dificuldades que seu mentorado esteja passando”, detalha Fernanda, que embora ainda jovem, é uma profissional fora da curva, e mesmo aos 33 anos de idade atua como mentora em várias empresas de Goiás, Palmas, São Paulo, Brasília, João Pessoa e Recife. Com base na sua experiência de mais de 11 anos como empresária, já atendeu a mais de 48 empresas no Brasil.

Capacitação de líderes

Segundo a especialista, numa mentoria, por exemplo no setor de Recursos Humanos, o empresário ou gestor irá aprender como ele deve tratar as pessoas, como entender o perfil comportamental dos integrantes de sua equipe e o dele mesmo. “Neste âmbito também é trabalhada a competência do líder para que ele tenha uma visão macro do negócio”, diz.

Fernanda esclarece que a mentoria pode ser contratada de fora ou ser feita por um profissional que está em um cargo superior na empresa, sendo indicada também em casos em que há necessidade de transpor e garantir, dentro da organização, conhecimentos de qualquer natureza. “O serviço de mentoria é aplicado, muitas vezes, em casos de sucessão, como aposentadoria ou desligamento de colaboradores e momentos em que há necessidade de acelerar a adaptação da cultura da empresa”, completa.

Os desafios de aprendizagem são muitos e contínuos, e poder lançar mão de um serviço que cresce, devido sua importância na gestão e nos resultados, fazem que muitas organizações, independente de já possuir um sistema de gestão aplicado e normatizado, passem a buscar o método da mentoria. Em Goiânia, empresas como o Centro Brasileiro de Cirurgia de Olhos (CBCO), Sementes Globo Rural, Prátiz Supermercado Online, Dalulave Lavanderia, Loja Be Chic e ADN Uniformes apostam na mentoria.