J. Assy, goiana, torna mais eficiente o plantio de canola no Canadá

Você está visualizando atualmente J. Assy, goiana, torna mais eficiente o plantio de canola no Canadá
Empresa acaba de lançar a plantadeira SMART Seeder MAX-S parceria com a canadense Clean Seed Capital Group (Na foto: empresário José Roberto Assy, responsável pela empresa/Crédito: Mariza Teodoro)

Fundada em Caldas Novas (GO), mas com atuação por todo o país e mercados como o americano, europeu e africano, a J. Assy, do empresário José Roberto Assy, cada vez mais se consolida como uma empresa global no agro. Graças ao forte investimento em tecnologia, pesquisa e desenvolvimento, uma novidade é a parceria com a canadense Clean Seed Capital Group, que acaba lançar a plantadeira SMART Seeder MAX-S.

O maquinário traz como destaque, o dosador de sementes de canola desenvolvido pela empresa goiana. Na prática, o dosador Selenium proporciona melhor espaçamento de sementes e consequentemente melhor distribuição na hora do plantio. Enquanto os dosadores utilizados e testados pela Clean Seed necessitavam em média de 3 quilos de semente por hectare, o dosador brasileiro reduziu a distribuição pela metade, com cerca de 1,5 kg/ hectare.

Atualmente, o Brasil é um grande importador de óleo de canola, utilizada por aqui principalmente na produção de óleo de cozinha. De acordo com o levantamento da Conab, na safra de 2019, o país produziu em 34 mil hectares, 48,6 mil toneladas da oleaginosa. Mesmo com produção concentrada no Rio Grande do Sul, (mais de 90% da área total) e Paraná, segundo estudos da Embrapa, a oleaginosa também pode ser cultivada em ambiente tropical e em regiões como o Cerrado e o semiárido brasileiro.

Além da gastronomia, a cultura também tem papel de destaque como matéria-prima para biocombustíveis. O maior produtor e exportador do mundo é o Canadá, em mais de 18 milhões de hectares, produz cerca de 20 milhões de toneladas anualmente.

Sobre a J.Assy

São 23 anos desenvolvendo e entregando soluções tecnológicas para o agronegócio brasileiro. Soma-se a esse compromisso, a exportação pioneira de tecnologia 100% brasileira para os mercados norte-americano, sul-africano, américa latina e europeu. A atuação ocorre através do fornecimento de tecnologia patenteada para montadoras de plantadeiras, semeadoras e adubadoras.

O público final também é contemplado num modelo de negócios que considera o After Market e mercado de reposição. Entre as estratégias para se manter sustentável e inovadora, a empresa destina 35% do seu faturamento em Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), o que também inclui um Centro de P&D nos Estados Unidos, mercado onde estão presentes algumas das principais empresas de tecnologia do agronegócio. Outra frente se dedica ao Design Thinking, antecipando tendências ao mapear o mercado através de um eficiente pós-venda e um time de agrônomos que acompanha o agricultor e suas necessidades no campo. Entre os produtos brasileiros com a marca J.Assy e que são referência para o mundo, destaque para o Titanium, um dosador mecânico que proporciona distribuição de sementes com alto índice de redução de duplos e falhas em mais de oito culturas, Selenium, dosador de sementes pneumático, os sensores de fluxo Visum Adubo e Visum Grãos Finos, bem como os pioneiros discos de plantio Apollo. Perseguindo inovação, atualmente a empresa direciona seus esforços para a ampliação do portfólio de produtos eletrônicos.

O Selenium Elétric, lançado este ano, substitui o acionamento mecânico (eixos, correntes e cardã) de plantadeiras pneumáticas por motores elétricos com comunicação sem fio, permitindo um controle total das operações direto da cabine. O próximo lançamento, já em testes, será o Titanium Elétric II, solução de motores elétricos para plantadeiras mecânicas.