Goiânia está no ranking de capitais com maior alta nos preços do metro quadrado

Você está visualizando atualmente Goiânia está no ranking de capitais com maior alta nos preços do metro quadrado
Divulgação

Goiânia está entre as cidades que mais tiveram alta no preço dos imóveis por metro quadrado entre as capitais brasileiras pesquisadas, nos últimos 12 meses, segundo o relatório do Índice FipeZap. O valor médio de venda de imóveis novos por metro quadrado na capital goiana aumentou 14, 2%, saltando para R$ 7.496. Entre os motivos, estão a alta nos custos da construção, terrenos mais caros, empreendimentos de melhor padrão, mudanças no Plano Diretor e a maior demanda.

O advogado especialista em direito imobiliário e diretor da Comissão de Direito Imobiliário do Conselho Federal da OAB, Diego Amaral, explica que Goiânia ainda tem “um preço do metro quadrado baixo quando comparado com outras cidades”.

Ainda afirma que o aumento do preço dos insumos da construção civil para os novos empreendimentos depois de prontos, acabam repercutindo na locação de imóveis. “Goiânia possui atualmente um grande número de lançamentos imobiliários, que faz com que o valor do metro quadrado aumente para venda, o que irá repercutir também nas locações. Após a entrega desses imóveis as pessoas acabam alugando, em consequência disso ocorre a alta do valor de locação”, explica.

O levantamento do FipeZap mede o preço dos imóveis usados, ou seja, aqueles que não estão com as incorporadoras. Diego pontua dois fatores que levaram a esse aumento são: mercado aquecido e aumento dos custos de construção pós-pandemia. “Uma vez que os imóveis novos ficam mais valorizados, os imóveis usados também ficam mais caros”, continua.

O especialista ressalta que a capital ainda tem muitas áreas a serem exploradas. “E Goiânia tem uma vantagem que muitos outros locais não têm. Em praticamente todos os bairros ainda existem zonas para novas construções e novos empreendimentos”, afirma.

Para quem está em busca de imóveis, mas não sabe por onde começar, Diego adianta que é importante buscar um advogado especialista na área e se atentar muito ao contrato que está sendo estabelecido, para entender índices de correção, valor, as formas de rescisões contratuais. E que apesar do aumento, empreendimentos na capital é algo que ainda vale a pena investir.

“Nós temos uma situação nova em Goiânia, que é o início de um novo plano diretor. Nós temos várias áreas já adquiridas por incorporadoras que ainda não fizeram os lançamentos. Existem várias empresas que vão fazer lançamentos no decorrer de 2024, 2025 e até 2026, com áreas já mapeadas para esses lançamentos, porque se estuda o local, os bairros, os terrenos para fazer excelentes lançamentos, então com certeza ainda vale sim muito a pena investir em Goiânia”, finaliza.

Fatores que explicam a escalada de preços

  • A alta demanda de novos imóveis, que fez com que as pessoas passassem a adquirir imóveis na planta;
  • Vários novos lançamentos de empreendimentos imobiliários, novos produtos, o que faz com que haja um aumento do valor do metro quadrado nas cidades tendo em vista a procura por empreendimentos;
  • Derivação do desenvolvimento imobiliário que o mercado vem vivendo nos últimos três anos;
  • Recomposição de preços após negociação na pandemia;
  • Variação dos indexadores de aluguel;
  • Maior procura por imóveis bem localizados para locação.

_________________

LEITORES ESTRATÉGICOS
Participem do canal STG NEWS – o portal de notícias sobre estratégia, negócios e carreira da Região Centro-Oeste: https://x.gd/O20wi