Cursos para a área jurídica são os novos serviços do Instituto Carlos André

Você está visualizando atualmente Cursos para a área jurídica são os novos serviços do Instituto Carlos André

Referência em cursos da língua português e redação para alunos que buscam aprovação em concursos públicos ou admissão à Carreira Diplomática, o Instituto Carlos André completa 10 anos e amplia sua atuação ao apostar em cursos voltados para a área jurídica, como o serviço de Gestão de Petições, contestações, embargos, pareceres, sustentação oral, entre outros, de forma que os escritórios de advocacia tenham condições de ter um estilo próprio que o identifica independentemente de qual advogado atue em cada caso defendido.

Para o seu sócio fundador, Carlos André, que é especialista em Redação Jurídica e em Português Forense e representante do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para Tratados Internacionais sobre a Nova Ortografia, a ideia do novo serviço surgiu após um curso de administração de gestão. “Percebi que poderia ajudar os escritórios a criarem um manual de peças jurídicas para que todos os advogados que atuam ali possam escrever ou mesmo fazer uma sustentação oral de forma padronizada, encontrando as orientações em um guia com peças processuais feito especialmente para cada local. Acredito que somos pioneiros neste segmento”, afirma.

Segundo o fundador do Instituto, quem definirá o estilo das peças são os gestores ou donos do escritório. Serão feitas reuniões periódicas com a presença de toda equipe de forma que sejam definidas as necessidades de cada local. O prazo para o manual de cada escritório ficar pronto é de até um ano. Enquanto o documento não fica pronto, Carlos André analisará cada peça produzida no escritório de forma que ela seja revisada e adequada ao novo modelo desejado pelos gestores e sócios.

Outro curso que já começou a ser oferecido é o de Sustentação Oral, onde são abordados aspectos linguísticos e práticos com o objetivo de ensinar os profissionais a como transformar várias páginas de um processo em sustentação oral. A primeira turma contou com a participação do advogado Marcos Cesar Gonçalves, sócio-fundador do GMPR Advogados. O próximo a participar será o advogado Valter Ventura (29 de junho) e posteriormente Rafael Lara Martins, do Lara Martins Advogados (6 de julho).

Fundado em 2009, o Instituto foi idealizado por Carlos André, que é autor dos livros “A nova ortografia da língua portuguesa” e “Na ponta da língua”, e Mestrando em Gramática pela UFMG e em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Formado em Direito, ele também é Membro do grupo técnico responsável pelo Manual de Redação Jurídica – OAB, e representante da OAB Nacional no Senado da República no Acordo Ortográfico.